OAB, vergonha nacional, tem novamente Adriana em seus quadros

A Ordem dos Advogados do Brasil, outrora uma entidade combativa, tem deixado a desejar. 

A ré Adriana Ancelmo, esta figura execrável que transformou o seu ‘escritório de advocacia’ numa ‘arapuca’ para recebimento de propina, enlameando a profissão, logo que o caso veio à tona, teve o seu registro profissional suspenso cautelarmente pelo prazo de 90 dias.

Paralelamente, um processo disciplinar foi aberto.

Estranhamente o procedimento ético não andou no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB do Rio de Janeiro.

Moral da história: O registro de Adriana teve que ser reativado e ela está apta a advogar, normalmente e sem problemas.

A OAB virou uma instituição apática, inoperante e acéfala.

Praticamente sem nenhuma serventia para a sociedade, totalmente burocrática.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Tema Livre