Rosa Weber é Lula e demonstra no voto (veja o vídeo)

Rosa Weber é uma gaúcha de 69 anos de idade. Entrou na magistratura como juíza do trabalho. Foi desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e presidente da corte no período de 2001 até 2003.

Em 2005 foi indicada pelo presidente Lula para ocupar a vaga de ministra do Tribunal Superior do Trabalho. Em 2011, demonstrando o seu forte prestígio nas hostes petistas, foi escolhida pela presidente Dilma Rousseff para o cargo de ministra do Supremo Tribunal Federal (STF).

Certa feita, uma conversa numa ligação grampeada entre Lula e Jaques Wagner, captou a seguinte frase do ex-presidente se referindo a ministra:
‘Se homem não tem saco, quem sabe uma mulher corajosa pode fazer o que os homens não fizeram’.
Ouça o áudio:



E nesta terça-feira (5), a ministra nomeada pelo PT duas vezes para cortes superiores, votou firme com Lula.

As questões em julgamento referiam-se a acusações de campanha antecipada contra Lula e Bolsonaro. 

Lula fez campanha antecipada explicitamente. Teve caravana, comício, festas e declarações contundentes e eleitoreiras.

Bolsonaro também fez, mas de maneira mais comedida, sem tanto estardalhaço.

Todavia, no caso de Lula, Rosa Weber votou contra o acolhimento da ação.

Com relação a Bolsonaro, votou a favor.

Marcou efetivamente a sua posição.

Ao final, ambos os casos foram rejeitados pelo TSE, o tribunal presidido por Gilmar Mendes, que tem diuturnamente envergonhado o país.



da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça

loading...