INSANIDADE: Rival deseja queda de avião do Grêmio e gremista espanca jovens torcedores do Inter

O torcedor deve encarar o futebol como um entretenimento e a rivalidade como algo sadio. Não é o que sempre acontece.

Certas pessoas, insanas, movidas por alguma demência, utilizam a rivalidade no futebol para despejar amarguras e frustrações.

No estado do Rio Grande do Sul, o ano de 2017 foi marcado por extremos entre os dois grandes times, Grêmio e Internacional.

O Inter rebaixado, disputando a Série B, e o Grêmio brilhando a nível nacional e internacional, com chances de fechar o ano como bicampeão do mundo.

Naturalmente, houve o acirramento das provocações entre as torcidas dos dois times.

Diante disso, um caso em Passo Fundo (RS), cidade com cerca de 200 mil habitantes localizada na região Norte do estado, vem sendo acompanhado pelo Jornal da Cidade Online.
___________


___________
Um empresário, torcedor do Grêmio, proprietário de lojas de alto padrão na cidade, morador em um edifício de alto luxo, juntamente com alguns amigos, espancou um grupo de cinco garotos, todos com recém completados 18 anos, simplesmente porque eram torcedores do Internacional.

A cena ocorreu no hall de entrada do edifício, foi registrada pelas câmeras de segurança e demonstra de forma inequívoca a covardia dos ‘marmanjos’.

A cidade está revoltada. O empresário transformou um motivo de alegria pela vitória do seu time, num pesadelo, que certamente irá acompanhá-lo para o resto de sua pobre vida.

Por outro lado, um outro episódio de ódio, desta feita protagonizado por um torcedor do Internacional, viralizou negativamente nas redes sociais.

Um sujeito, escondido atrás do anonimato, fez uma postagem odienta, infame e de péssimo gosto no Twitter.

Adotando o codinome ‘Sopa de Granada Verdadeiro’, o tuiteiro postou o seguinte, com referência a viagem que o Grêmio acaba de realizar para a disputa do Campeonato Mundial Interclubes:

‘Bem que esse aviãozinho podia cair’.

Se foi uma ‘brincadeira’, sem dúvida de extremo mau gosto.

Se falou sério, um inexplicável e virulento ódio, notadamente num país que se chocou no ano passado por um episódio como esse sugerido por este personagem medíocre.

Precisamos todos, indistintamente, rever os nossos valores, para que ainda possamos tentar salvar esse mundo, caso ainda haja tempo.

Que o tal empresário e seus amigos recebam a punição adequada e que pessoas como esse marginal das redes sociais, sejam expurgadas da internet. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Tema Livre