Cidinha Campos, o que mudou? (veja o vídeo)

Deputada Cidinha Campos, gostaria aqui de lembrar o seu discurso de 24 de março de 2010 onde a senhora, com uma fala empolgante, inflamada, colérica, condenava todos os Deputados da Alerj e acusava frontalmente o Deputado Estadual José Nader por desvios.

Naquela ocasião a senhora disse em seu discurso:
"Eu vejo aqui nessa Casa (Alerj) o cinismo dos ladrões.. E ontem dessa tribuna um deputado falar em moral e bons costumes, quando o pai dele "tá" preso, o tio "tá" preso e ele é laranja dos dois! Roubando o quê? Vacina e remédio de criança.
Como é que é isso? É um feudo o Tribunal de Contas (TCE)? Ou é um pasto? O pai é ladrão. Denunciado na CPI, enquadrado por corrupção. O filho "tá no mesmo inquérito aberto pela Polícia Federal na Operação Pasárgada (...)"
Em novembro de 2016, revoltada com Picciani por ele ter dado a direção de uma CPI ao Freixo, a senhora inclusive jogou na cara dele que nem ele e nem o Pezão iam visitar o Cabral na prisão. E disse mais:
"Fui, sim. E acho vergonhoso que o senhor e o Pezão não tenham ido ainda. Ninguém deve mais favores ao Cabral do que o Pezão. Foi ele quem o elegeu. Mas ninguém vai. Todo mundo se esconde. Não tenho que me esconder. Não tenho parceria com o Cabral. Tenho amizade por ele. Sou amiga nas horas difíceis e vou visitá-lo..." 
E ainda encerrou dizendo:
"Assim como vou acabar visitando muita gente daqui ainda".
Só que não. O Picciani foi preso e a senhora votou pela soltura dele.

A senhora esbravejou que "a Assembleia está se tornando um circo, com tudo combinado" Não é que está mesmo, Deputada? 

O que mudou, Deputada? Os Nader roubavam, mas os Picciani não? Os Nader tiravam o leite das crianças, mas os Picciani não? Ladrões eram só os Nader? Os de agora não são, para a senhora votar pela soltura de Picciani e sua turma?

Como o mundo dá voltas, não é? Aqueles seus discursos a colocaram no pódio da luta pela moralidade pública. Muitos acreditaram ser a senhora a voz que o Brasil precisava. A redentora do Estado do Rio de Janeiro.

Mas a sua máscara caiu. A senhora não esbraveja quando o assunto de alguma forma te interessa.

A sua hipocrisia falou em tom mais alto que o seu discurso, Quem tem caráter não muda de posição tão radicalmente nem em 7 e nem em 20 anos.

Mais de Marcelo Rates Quaranta

Comentários

Notícias relacionadas

loading...