O país onde os maiores beneficiários de subsídios estatais são os maiores devedores de impostos

A maior lorota já contada ao Povo Brasileiro é a de que os subsídios bilionários dados pelo Governo Federal (BNDES, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, entre outros) e pelos governos estaduais a alguns poucos afortunados são "justificáveis" pelo suposto retorno em geração de empregos e, principalmente, pelo aumento da arrecadação de Impostos.

Isso é M-E-N-T-I-R-A!

Basta comparar a lista dos maiores beneficiários de subsídios estatais e a lista dos maiores devedores de impostos. Os nomes são os mesmos em quase 90% dos casos.

Nem é preciso pensar muito. Vide o caso da JBS Friboi, que abocanhou dezenas de bilhões de reais dos cofres públicos, é um dos maiores devedores de impostos e contribuições do país (incluindo para a supostamente falida Previdência Social) e pagava propinas aos fiscais da Receita Federal para ficar livre de dívidas tributárias e poder continuar sonegando.

E este é apenas um, dentre centenas de casos idênticos vistos pelos quatro cantos Brasil. A pergunta é: até quando vamos permitir passivamente essa "modalidade" de roubo, de extorsão?

Já dizia Margaret Thatcher, em lição basilar de Gestão Pública:

"O Estado não tem outra fonte de recursos além do dinheiro que as pessoas ganham por si próprias. Se o Estado deseja gastar mais, ele só pode fazê-lo tomando emprestado sua poupança ou cobrando mais tributos, e não adianta pensar que alguém irá pagar. Esse 'alguém' é você. Não existe essa coisa de dinheiro público. Existe apenas o dinheiro dos pagadores de impostos. A prosperidade não virá por inventarmos mais e mais programas generosos de gastos públicos."

É isso. E #ÉaLama!

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política