Agência envolvida na Lava Jato renova contrato com o TSE

A agência de publicidade Mullen Lowe Brasil, que outrora era conhecida como Borghi Lowe, não teve dificuldades para renovar o seu contrato com o Tribunal Superior Eleitoral, presidido pelo impetuoso Gilmar Mendes.

Em um ano a empresa vai abocanhar a bagatela de R$ 6 milhões.

A agência foi acusada pela Lava Jato de repassar propina ao ex-deputado André Vargas, aquele que certa feita tripudiou sobre o então presidente do STF, o ex-ministro Joaquim Barbosa e, depois acabou sendo abandonado pelo PT e pelos petistas, preso e condenado por corrupção.

É claro que no TSE a publicidade será gerenciada com a mesma seriedade com que o ministro Gilmar Mendes cuida de seus inúmeros processos.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Tema Livre