Marun, mau pagador, excluiu misteriosamente o nome do Serasa sem quitar dívida (veja os documentos)

Esse sujeito, Carlos Eduardo Xavier Marun é perigosíssimo. Um homem repleto de influências, conchavos e que conduz sua vida de maneira totalmente torta, inclusive os pequenos detalhes do dia-a-dia.

Marun é perverso, uma nova versão de Geddel no primeiro escalão do governo.

Na Comarca de Campo Grande (MS) o ministro tem contra si diversas contendas judiciais.

Tem uma ação de improbidade administrativa por dano ao erário, ações de responsabilidade civil e execuções judiciais por não pagamento de dívidas.

Pois bem, uma das ações de execução contra Carlos Marun tramita desde 1996, portanto há 21 anos, e cobra uma dívida que ultrapassa a bagatela de R$ 700 mil.

Todas as tentativas possíveis e imagináveis para o recebimento da conta foram feitas pelo exequente, sem lograr êxito. Marun é um ‘pelado’, não possui um único bem no seu nome, não obstante residir numa bela mansão na capital de Mato Grosso do Sul e ostentar uma vida extremamente nababesca.

Nesse sentido, em 2016, os advogados da ação requereram ao juiz da causa a inclusão de Marun e do outro réu, um ex-sócio do ministro, a inclusão no cadastro de inadimplentes do Serasa Experian.

O juiz prontamente atendeu e determinou ao órgão que efetuasse a inclusão da dupla de caloteiros.

Alguns meses depois, o advogado diligenciou ao Serasa e constatou que o nome de Marun havia sido excluído, sem que a dívida tivesse sido honrada e sem que houvesse qualquer ordem judicial para tal.

Imediatamente, o juiz foi comunicado e o nome de Marun foi novamente incluído.

Marun, pelo que se denota do caso é um perigo. Tem influências em diversos setores para conseguir o malfeito, até mesmo no Serasa, que se reputava um órgão sério.

Veja abaixo a documentação que comprova a atuação ardilosa do ministro para não cumprir com suas obrigações e não honrar as suas dívidas:







 

Imaginem que esse homem é hoje uma das pessoas mais importantes do Poder Executivo do país. Um dos ministros mais poderosos do governo de Michel Temer.

Estamos perdidos...

Lívia Martins

Articulista e repórter
[email protected]

Mais de Lívia Martins

Comentários

Notícias relacionadas