Um Natal "inesquecível": Anestesistas do TO há mais de 7 meses sem receber

Muito mais que uma ‘simples’ e corriqueira  denúncia, este fato vem revelar um grave e preocupante problema que vem afetando todo o nosso país: a insegurança institucional na relação comercial   entre o ‘estado’ e o cidadão comum brasileiro.

No Brasil, ao estado tudo é permitido. Utiliza de toda a sua máquina administrativa para oprimir, subjugar e enganar os seus cidadãos, desrespeitando todo e qualquer acordo assumido.

Existe uma desproporcionalidade monstruosa nesta relação: experimente atrasar ou deixar de pagar um imposto para ver o que acontece.

O respeito bilateral às regras contratuais, a garantia da qualidade do produto ou serviço oferecido, o cumprimento de acordos e prazos pré estabelecidos, o pagamento em dia do serviço executado, são alguns dos requisitos essenciais básicos, existentes em qualquer transação comercial realizada em um país sério.

O Dr. Lyle H. Rossiter, em seu livro A MENTE ESQUERDISTA - AS CAUSAS PSICOLÓGICAS DA LOUCURA POLÍTICA, já assinalava: "Uma coisa especialmente destrutiva na busca da felicidade humana é o uso, pelo governo, da fraude ou da força física para violar a propriedade, os direitos contratuais e outras liberdades legítimas." Continua: "...os governos não se comportam tipicamente de forma honrosa, mas em vez disso operam de forma fraudulenta...".

A sociedade brasileira, cada vez mais permissiva e tolerante, precisa acordar para este grave problema.

Estamos aos poucos nos tornando escravos de um estado tirano, que cada vez mais, através de impostos progressivamente maiores, se apropria dos recursos do cidadão, sem contudo, honrar os seus compromissos e obrigações assumidos.

Uma verdadeira ditadura aos poucos se instala em nosso país (em nosso Tocantins).

Obs: Há mais de 7 meses sem receber os seus salários, os anestesistas do estado TO estão correndo o risco de passar necessidade na data comemorativa mais importante do ano: o Natal.

Aguardamos com expectativa uma atitude coerente e justa, do excelentíssimo Sr governador, Marcelo Miranda, e de seu secretário de Saúde, Dr. Marcos Esner Musafir.

Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira

Médico anestesiologista, socorrista e professor universitário

Siga-nos no Twitter!

Mais de Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira

Comentários

Notícias relacionadas