MST quer intimidar desembargadores e prepara acampamento na frente do TRF-4

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) há muito que não é mais um movimento de trabalhadores. Muito menos, sem-terra.

Pelo contrário, o MST caminha celeremente para representar para o Brasil, o que as Farcs representaram para a Colômbia, durante décadas.

Um movimento à margem da lei, fortemente armado e perigosíssimo.

Precisam urgentemente ser freados.

Logo após o início do ano, preparam um esquema no sentido da montagem de um acampamento em frente ao Tribunal Regional do Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre (RS).

A intenção é intimidar os desembargadores que irão julgar o ex-presidente Lula.

Uma afronta que não pode ser permitida.

Devem ser reprimidos com rigor.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Denúncias