Raquel Dodge surpreende novamente e vai ao STF contra indulto de Temer

A procuradora-geral da República Raquel Dodge deu uma demonstração definitiva de que pretende agir com independência.

O infame indulto de natal do presidente Michel Temer, motivou ação direta de inconstitucionalidade impetrada pela PGR junto a Supremo Tribunal Federal (STF).

A procuradora sai literalmente em defesa da Operação Lava Jato.

No documento, Dodge afirma que ‘a Lava Jato está colocada em risco, assim como todo o sistema de responsabilização criminal’.

A ação pede a concessão de liminar para suspender a redução do tempo de prisão para obtenção dos benefícios - que diminuiu de um quarto para um quinto da pena para não reincidentes.

‘O chefe do Poder Executivo não tem poder ilimitado de conceder induto. Se o tivesse, aniquilaria as condenações criminais, subordinaria o Poder Judiciário, restabeleceria o arbítrio e extinguiria os mais basilares princípios que constituem a República Constitucional Brasileira’, vaticina com propriedade a procuradora.

Aguardemos a posição dos senhores ministros do STF.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça