O documento elaborado pela direção do PT

A reunião que a direção nacional do Partido dos Trabalhadores realizou no final de 2017, visava traçar uma linha de ação para 2018.

No comando dos trabalhos, a ré Gleisi Hoffmann.

Ao final, após exaustivas horas de discussão, um documento elencou as três prioridades do partido:

Eleger Lula presidente.
Aumentar a bancada de deputados e senadores.
Consolidar e ampliar a presença do partido nos governos estaduais e nas Assembleias.
As três metas parecem impossíveis.

De qualquer forma, questionada se na reunião foi debatida a hipótese da possível inelegibilidade de Lula, Gleisi disse que o PT não considera e não discute esta possibilidade.

Pelo andar da carruagem, terão que considerar brevemente e fazer nova reunião para organizar novas metas.

O encontro foi aquilo que se pode chamar de reunião absolutamente infrutífera.

Um padrão nas reuniões do PT.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política