Revelação da assustadora "ficha corrida" de Lindbergh será fatal em 2018

O senador Lindbergh Farias é detentor de um mandato senatorial bastante conturbado, repleto de brigas, confusões e produtividade ‘zero’. Uma lástima.

Em seus infindáveis confrontos chegou a ser acusado pelo senador Ronaldo Caiado de ser usuário de drogas.  Foi um embate virulento, quando Caiado chegou a sugerir que Lindbergh fosse submetido a um exame antidoping.

A reação do petista foi o disparo de diversos impropérios contra Caiado. O mais ameno foi ‘canalha’.

A réplica do goiano não tardou e veio através das redes sociais, quando publicou o que chamou de ‘ficha corrida’ do senador Lindbergh, enumerando uma série de acusações e diversos inquéritos onde o petista é investigado.

Abaixo o conteúdo postado por Caiado. É deprimente:

‘Como é o estilo dos petistas, Lindbergh projeta nos outros os crimes que comete. Eu sou ficha limpa, não tenho processos no STF, não estou na Lava Jato, não cometi qualquer crime e posso andar de cabeça erguida. Já Lindbergh... Confira a ficha corrida:
- Acusado de montar esquema de captação de propina na Prefeitura de Nova Iguaçu entre 2005 e 2010;
- Acusado de montar fraude em licitação de gás de cozinha para preparar MERENDA ESCOLAR;
- Investigado por transações suspeitas entre prefeitura e o Instituto de APOSENTADORIA dos Servidores Municipais (Previni) em valores que chegam a R$ 300 milhões;
- Acusado de achacar BNDES para financiamento de hotel de R$ 10 milhões em Natal pertencente a seu irmão;
- Nomeou PAULO ROBERTO COSTA arrecadador de recursos de empreiteiras para financiar campanha de 2014;
- Recebeu R$ 2 milhões de dinheiro do Petrolão na campanha de 2010 intermediado por Alberto Youssef;
- Aparece em documento apreendido na Lava Jato sob alcunha de "Lindinho" e a quantia de R$ 200 mil;
- Responde a 15 inquéritos e uma ação penal no STF (recordista no Senado). Acusado de crimes de responsabilidade, contra o sistema financeiro, quadrilha e corrupção.
Segue lista abaixo:
Ação penal 679 – Recusa, retardamento ou omissão de dados técnicos indispensáveis à propositura de Ação Civil Pública
(Data de autuação: 12/04/2012)
Inquérito 3079 – Crimes da Lei de Licitações
(Data de autuação: 08/02/2011)
Inquérito 3121 – Crimes contra a ordem tributária
(Data de autuação: 17/03/2011)
Inquérito 3124 – Crimes da Lei de Licitações
(Data de autuação: 18/03/2011)
Inquérito 3135 – Crimes de responsabilidade/crimes da Lei de Licitações/emprego irregular de verbas ou rendas públicas
(Data de autuação: 24/03/2011)
Inquérito 3163 – Improbidade administrativa
(Data de autuação: 18/04/2011)
Inquérito 3223 – Crimes da Lei de licitações
(Data de autuação: 08/06/2011)
Inquérito 3334 – Crimes de responsabilidade/crimes da Lei de Licitações
(Data de autuação: 21/10/2011)
Inquérito 3371 – Crimes da Lei de Licitações
(Data de autuação: 22/11/2011)
Inquérito 3375 – Crimes da Lei de licitações
(Data de autuação: 01/12/2011)
Inquérito 3497 – Crimes da Lei de licitações
(Data de autuação: 04/06/2012)
Inquérito 3511 – Peculato/Crimes da Lei de Licitações
(Data de autuação: 04/07/2012)
Inquérito 3595 – Crimes contra o sistema financeiro nacional/emprego irregular de verbas ou rendas públicas/quadrilha ou bando
(Data de autuação: 25/01/2013)
Inquérito 3607 – Crimes contra as finanças públicas crimes da Lei de Licitações
(Data de autuação: 13/02/2013)
Inquérito 3616 – Crimes da Lei de Licitações/corrupção passiva
(Data de autuação: 13/02/2013)
Inquérito 3618 – Corrupção passiva /competência
(Data de autuação: 15/02/2013)
da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política