Medo cancela visita de presidente do STF a presídio em Goiás

A ministra Carmen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que está em Goiás nesta segunda-feira (8), tinha em sua agenda uma visita ao presidio de Aparecida de Goiânia, onde iria conhecer o sistema do Semiaberto da Colônia Agrícola.

Entretanto, por questões de segurança, a ministra desistiu da empreitada.

Ela foi alertada de que no local havia explosivos, armas de fogo e granadas.

Achou melhor não mexer com quem está quieto, no caso os presos.

E não é piada. Os presos não respeitam nada e nem ninguém, nem mesmo a maior autoridade do Judiciário do país.

É o fim dos tempos, a falência do sistema carcerário e a desmoralização plena da nossa Justiça.

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça