A mais correta definição do “politicamente correto”

Não é a droga que lhe vicia. É você que se vicia na droga, ato de vontade seu.

Não é a arma que mata. É você que usa a arma para matar.

Não é o outro que lhe faz sofrer, a menos que lhe mantenha em cárcere privado. É você que permite que o outro assim o faça.

O pensamento politicamente correto é popular porque ele culpa coisas ou malvados imaginários a partir do pressuposto de que toda e qualquer culpa humana, responsabilidade individual, é errada e deve ser combatida ou negada.

Isso é imbecilizante e degradante. Responder por seus atos, por suas escolhas, é tudo que os antigos nos ensinaram, e os pós-modernos, ressentidos, querem desensinar.

Aurélio Schommer

Membro do Conselho Curador na Fundação Cultural do Estado da Bahia - Funceb e Membro Titular no Conselho Estadual de Cultura da Bahia.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Aurélio Schommer

Comentários

Notícias relacionadas