Lula acha que as riquezas do País são sua propriedade

Lula, acobertado pelo PT, tenta esconder a sua radicalização e a intolerância com a Justiça. Essas atitudes demonstram seu rompimento com a democracia. Esses registros de desatinado, condenado na Lava Jato, são aplaudidos por Zé Dirceu, que é um incendiário perigosíssimo.

Essa é uma declaração de guerra desses dois pervertidos. Eles não estão nem aí para a nação. Fingem não perceber que, por meio das suas irresponsabilidades, haverá perdas de seus lados e do lado das pessoas ordeiras e trabalhadoras.

Esses dois que se apresentam à sociedade brasileira com estardalhaço e falam em “pluralismo, progressismo”, na realidade são vistos sob as lentes da Justiça como esfarrapados hipócritas. Fingidos que falam em democracia como todos tresloucados, desprovidos de razão. São contra até o próprio ar que respiram.

O que Lula e Dirceu pregam como guerra, contra tudo e todos que não estejam do lado deles e/ou não acobertem seus crimes, são apenas reações deles. Lula e Dirceu não querem aparentar, mas estão desesperados e mostram o lado safado de irresponsáveis.

Jogam suas últimas cartas, tentam pular etapas de condenados para pressionar desembargadores do TRF-4, e ministros do STJ, STF para afrouxarem decisões em seus processos como se fossem fazer e acontecer em caso de decretação de suas prisões se o TRF-4 mantiver ou aumentar a pena deles.

Na realidade, a prisão de condenados em segunda instância, segundo decisão do STF, no ano de 2016, é pela prisão do apenado mesmo que queira recorrer.

Usurpam a Justiça, desrespeitam as cidadãs e os cidadãos brasileiros, debocham do direito de liberdade com zombaria e escárnio à impunidade. Acham que, com despudor à lei e à ordem, só “devem responder às suas próprias desesperadas vontades” e banana para a Justiça.

Jamais Lula, Dirceu, outros políticos e empresários de grande destaque nacional pensaram em ser chamados à responsabilidade na Justiça e ainda muitos deles presos e até condenados.

Lula comentou com Dilma quando ela estava na Presidência que o STF estava acovardado. Lula disse em conversa gravada para a ex-presidente:

“Nós temos uma Suprema Corte totalmente acovardada, nós temos uma Suprema Corte de Justiça totalmente acovardada, um Parlamento totalmente acovardado, somente nos últimos tempos é que o PT e PCdoB é que acordaram e começaram a brigar”.
Aí está: é fácil entender que o tal “progressismo” de esquerda de Lula, Dirceu et caterva é o “progressismo” incendiário, violento, dominador e radical, principalmente ao perceber o imobilismo da direita.

A farra que Lula e Dirceu tentam implantar no dia do julgamento do TRF-4, em Porto Alegre, é tentar amedrontar os desembargadores daquela segunda instância, para Lula ter pelo menos um voto contra sua condenação, a fim de que possa ter liberdade enquanto recorreria ao STJ e tentaria levar de barriga esse primeiro processo até as próximas eleições.

A reclamação de Lula contra a rapidez de julgamento é descabida. Justiça tem de ser igual para todos. Justiça tem de ser rápida.

Devemos dar mais poderes para os magistrados, para que possam julgar melhor e com maior rapidez, até eliminando prazos e recursos em demasia.

É preciso criar uma Justiça que garanta muito mais a Justiça contra as arbitrariedades e os desmandos de poderosos como os que se apoderaram do nosso País, pela corrupção.

Lula reclama porque acha que o País e as riquezas são de sua propriedade.

Espero que 2018 seja útil e proveitoso para você, para mim e todos no Brasil. Confiando que entende a necessidade de Justiça ser mais rápida e Justa, dou-lhe hoje o meu bom-dia, o meu bom-dia pra você. 
___________

___________

___________ 

Ruy Sant'Anna

Advogado e Jornalista

Siga-nos no Twitter!

Mais de Ruy Sant'Anna

Comentários

Notícias relacionadas