O desvio do dinheiro público travestido de licitude

Diz-se com frequência que ‘a Democracia custa caro’. É verdade. Mas, qual será o preço real que estamos pagando pelo suposto ‘ambiente democrático’ no Brasil? Vejamos o que dizem duas notícias recentes, aparentemente desconexas, mas em absoluto interligadas e cuja conclusão parece-me lógica. Ei-las:

1. A despeito das regras internacionais, o ministro da Saúde informou ao (ir)respeitável público que, emergencialmente e por conta da falta de dinheiro, municípios dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia passarão a fracionar as doses da vacina contra Febre Amarela.

Não há comprovação científica quanto à eficácia de uma dose fracionada da vacina, ainda que o Ministério da Saúde use como exemplo a estratégia utilizada na República do Congo, ainda não foi avaliada oficialmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Cumpre ressaltar: cidadãos brasileiros que tenham recebido apenas uma fração da vacina contra Febre Amarela não podem sequer pisar em 135 países. Por que será, né?! Confira a matéria exibida no Jornal Hoje, da Rede Globo, na última sexta-feira, 12 de janeiro de 2018 -> https://glo.bo/2qVfKLr

2. Na edição do Estadão de 08 de janeiro de 2018, matéria assinada pelo jornalista Felipe Frazão apresenta à Nação um levantamento minucioso revelando que, apenas neste ano, o novo Fundo Partidário irá afanar R$ 1,3 bilhão de áreas fundamentais, como Saúde, Educação, Infraestrutura, Agricultura, Segurança Pública e de obras contra a seca.

De acordo com a reportagem, mais de R$ 350 milhões foram ‘remanejados’ da Saúde para abastecer os cofres de Partidos Políticos e financiar campanhas nas Eleições 2018. Ou seja, o dinheiro dos pagadores de impostos que poderia garantir uma adequada campanha de Vacinação contra a Febre Amarela acabou desviado para a satisfação do ego político dos nossos piores pernilongos. Ou seriam per | ni | lon | gos, bem fracionadinhos, tal qual a vacina brasileira?

A quem interessar possa, segue o link para a supramencionada matéria publicada em O Estado de S. Paulo -> https://goo.gl/admxbm

Estamos abaixo do fundo do poço... e continuamos cavando! Será esse o tal "preço da Democracia"?

Coisas de #BananeiraJeitinho... 
___________


___________

___________

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Mais de Helder Caldeira

Comentários