FAO não tem evento na Etiópia, palestra arranjada por Graziano é da ‘União Africana’

Tão logo tomou conhecimento que o julgamento de seu recurso pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) seria realizado no dia 24 de janeiro, o ex-presidente Lula, temendo uma eventual decretação de sua prisão, tratou de arrumar um compromisso fora do país.

Para tanto, acionou o petista americano José Graziano da Silva, que foi no seu governo o ministro extraordinário de Segurança Alimentar e Combate à Fome e atualmente é o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Como os eventos das FAO são programados com muita antecedência, Graziano buscou socorro junto a ‘União Africana’, suplicando que o nome de Lula fosse incluído para uma palestra. Obteve êxito.

O petista irá palestrar no dia 27 de janeiro na Etiópia, mas poderá ser preso antes de embarcar, pois o Ministério Público Federal decidiu pedir a sua prisão antecipada (Veja Aqui).

___________


___________

___________

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política