A conversa entre Cristiano Zanin e Lula

- O julgamento é quarta que vem. Vocês arrumaram alguma prova de que eu não fiz aquilo que eu fiz?

- Prova prova, não, presidente, até porque não existe. Mas temos mais alguns argumentos para usar até lá. O senhor pode dizer que o presidente do TRF4 - que, por sinal, nem vai participar do julgamento - é bisneto do general que matou Antônio Conselheiro.

- E o que é que tem uma coisa a ver com a outra?

- Assim o senhor se compara a Antônio Conselheiro, um líder messiânico, e coloca os juízes que vão julgá-lo como vilões, assassinos de um herói do povo.

- E o tal general matou esse tal de Conselheiro?

- Não. O general era coronel, não era bisavô mas tio-trisavô, e já estava morto quando o Antônio Conselheiro morreu. Mas isso é o de menos.

- Mais alguma evidência da minha inocência?

- O desembargador Laus é do signo de Touro. O senhor é de Escorpião. Touro odeia Escorpião. Logo, ele não tem isenção para julgar, e deveria se considerar impedido.

- Boa, boa. Touro é quem nasce em que mês?

- Não faço ideia, presidente. Aliás, não temos nenhuma informação sobre quando é o aniversário do desembargador. Mas Escorpião é odiado pelo zodíaco inteiro, então tanto faz.

- O quê mais?

- Podemos denunciar que o desembargador Gebran Neto é torcedor do Inter, e torceu contra o Corínthians na final do campeonato brasileiro de 1976, o que evidencia seu prejulgamento do caso.

- E o outro?

- O Paulsen nasceu em 1970. É um filhote da ditadura. Teve aula de Moral e Cívica. Marchou no Sete de Setembro. Nunca usou as palavras "empoderamento", "sororidade" e "presidenta" nas suas sentenças. Isso demonstra que é fascista e foi treinado pela CIA.

- Se nada disso colar...?

- Temos duas opções. Uma é alegar que se trata de um tribunal machista (porque não tem nenhuma mulher), racista (porque são brancos), homofóbico (porque são todos aparentemente heterossexuais), gordofóbico (são todos magros) e sulistocrata (nenhum deles é do sertão de Pernambuco).

- E a outra opção?

- Dizemos que o senhor só aceita ser julgado por um júri popular, isento e imparcial.

- Não é arriscado?

- Não, porque o júri só será considerado isento e imparcial se for formado pela Gleisi, o Gregório Duvivier, a Beth Carvalho, a Tatá Werneck, a Taís Araújo, o Caetano Veloso e o Bolsonaro.

- O Bolsonaro??

- Ele é o maior interessado na sua absolvição, presidente...

___________


___________

___________

Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Eduardo Affonso

Comentários

Notícias relacionadas