Só Poesias: Meus gritos mudos...

Meus gritos mudos...

Meus gritos mudos...

Pintaram minha face

em vários tons

como tatuagem marcaram

minha pele

me falaram mentiras

que fingi acreditar!

Ardia-me a pele...poros tapados

lábios sem gritos!

No meu silêncio....

gritos de revolta, mudos

matando-me cada dia

um pouco...

E em cada vez que meu eu

gritava dentro do meu ser

fui compreendendo que

não tinha aprendido a viver!

Na minha mudez

o grito apertava-me a garganta

torturando meu coração partido

pensei que já havia vivido muito...

foi então,

que dei-me conta que não vivi!

Libertei-me...escrevi versos

coloquei-os em meus poemas

palavras como gritos

que saem de dentro de mim!

*Joe Luigi*

Te chamei...

Hoje eu gritei teu nome

na água do mar você ouviu?!

Eu pedi ao vento

que levasse meu grito

para o infinito.

Eu esperei

que chegasse até você.

Não sei se você me ouviu

mesmo assim acredito

que ouviu o meu chamado

porque nossos corações

estão conectados.

Pedi também que a água

azul esverdeada te toque

que a brisa suave te beije

por mim.

Eu acredito que você sentiu.

*Joe LuigI*

Você

Você conversa com as águas

deixa as ondas irem,

com esperança

delas levar-me até você .

Olha para o infinito mar emocionada

que parece uma prece em silêncio

pedindo ao mar e ao vento

que neste momento eu vá até ai.

Mas, leio teus pensamentos lindos

tão lindos, que te fazem sonhar...

Não são sonhos de tristeza mas sim

de saudades no momento estou distante

mas eu nunca sai de dentro do teu "EU"...

Sou feliz porque você sonha,

Te amo por ser capaz de sonhar!

*Joe Luigi*

Meu amor...

No momento estamos distantes.

Se sentir saudades minhas

sussurre palavras ao vento

ele a trará até mim...

Peça a uma das borboletas azuis,

elas todos os dias sugam as flores

do jardim, onde estou no momento,

suavemente pousam nas mãos

e me dirá também.

Até mesmo escreva um recado,

Peça ao beija flor mais próximo,

são meus amigos, vem todos os dias,

tem de várias cores e beijam as flores

certamente me entregará.

Mas, se mesmo assim não der certo,

olhe uma estrela cadente faça um pedido

feche teus olhos, sentirá um beijo morno

que enviei em pensamento.

Logo voltarei!...

*Joe Luigi*

Sol da minha vida_

É claro que o Sol apareceu

mas faltou o seu sorriso,

sorrindo comigo.

Na quietude de uma poesia ,

no momento que ela exalava

perfumes de várias flores.

Foi quando uma brisa suave 

do vento em forma de nuvens,

folheava beijos com suavidade.. 

E roçando ternamente o meu rosto,

soprou-me uma canção de amor

enchendo o meu coração de sonhos.

Devaneio, deixo-me deslumbrar 

pensando numa noite calma caindo, 

trazendo um luar repleto de estrelas...

E junto você.

Mas o vento ainda brinca comigo,

bagunçando os meus cabelos 

que ficam em desalinho e acordo.

_Sorrio

E me pego cantando e caminhando 

sem rumo, a canção que o vento 

ensinou-me. 

E tudo a minha volta aquieta, param

para ouvir a canção do vento 

e o meu cantar.

*Joe Luigi*

Amor, de repente_

De repente me pego olhando-a de longe

procurando em você coisas que talvez

eu desconheça.

Porque você deixou pegadas indeléveis

em meu coração.

E então sinto uma imensa vontade

de parar os ponteiros do relógio, 

voltar no tempo e te embalar com caricias 

diversas mais uma vez.

Hoje, sei que o amor não é um entra

e sai da vida do outro.

E a gente se amou de um jeito quase

inocente de amar.

Quantas vezes, 

quando estávamos abraçados

eu te apertava com medo de perde-la.

Maluco amor, eu sei!

Eu simplesmente não consigo parar 

de pensar em você.

Lembro do teu corpo exalando um perfume 

mesclado a madeira, cítrico e tão penetrante.

Dos seus braços que apertavam-me 

em um aconchego que até o meu coração 

podia sentir o forte pulsar do seu... 

Nos conhecemos numa tarde de outono 

e eu tornei-me tão teu, tão nós.

Tão brisas suaves como as folhas que iguais, 

ainda hoje caem.

E nós dois como crianças grandes brincávamos,

riamos e nem víamos o tempo passar.

Seguro a vontade de aproximar de você

e perguntar-lhe:

Se seria tarde para (re)começar me namorar

e de repente,envelhecermos juntos.

Mas, eu sorrio e apenas sigo enfrente...

Simples assim.

*Joe Luigi*

Se você for_

Se você for apenas mais um 

caminho,

então você será o meu local de 

descanso,

a minha parada favorita, onde 

adormecerei.

Se você for apenas o vento, 

refresque-me.

Deixe os meus dias quentes mornos 

e amenos,

sopre-me bem de levinho como se 

fosse uma brisa.

Se você for apenas um colo, 

aconchegue-me.

Seja meu chamego alise o meu rosto, 

faça-me cafuné.

Deixe os teus dedos correrem entre os 

meus cabelos,

me faça arrepiar e sonhar.

Porque amor, ficar assim tão pertinho 

de você

é como estar dentro de um abraço 

gostoso

onde eu posso ouvir o seu coração.

É como caminhar pelos campos verdes

sentindo o sol brilhar nos meus olhos 

e sorrir,

podendo ver a poeira e o vento e admirar.

Sentir-me 

agasalhado ouvindo uma música,

que a cada nota me faz viajar no tempo

através da minha alma que te ama demais.

*Joe Luigi*

Dança comigo?

Hoje a lua brilha quer dançar comigo?! 

Esta noite o tempo não quer passar,

sorria...

Eu quero dançar com você na Lua

com a estrelas sendo luminárias 

Há um olhar dentro dos meus olhos, 

vem vamos dançar e dançar... 

Em um compasso de notas 

que demarcam o meu Eu em ti. 

Somos loucos desejos em pensamentos, 

almas unificadas, que bailam neste céu 

onde desviamos das estrelas agora tão 

iluminadas... 

Como se fossem o globo de cristal, 

gira em torno de nós dois, e pouco nos

importa o que se passa lá fora... 

Somos nesta madrugada, apenas você e eu.

Vem dançar comigo, segure em minha mão, 

encoste o teu rosto ao meu e escute 

meu coração pulsar...

Porque ele ainda não conseguiu falar 

e só sabe sentir, demonstrar... 

Ah! coração que me trai, nas vontades loucas 

deste sonhar. 

Se sou demente, talvez que sabe, 

mas vivo você que baila comigo neste sonho. 

Sente tudo que eu fantasio, valsando nas pontas 

dos pés, eu olho para um sorriso estonteante 

E o seu sorriso era como o sol para mim... 

tudo que ganho em cada sorriso teu. 

Vem dançar comigo, você é meu maior delírio, 

meu perfeito abrigo para guardar meus sonhos... 

E então, dança comigo?! 

Diz que sim e não espere as estrelas apagarem.

Vem! A Lua espera por nós.

*Joe Luigi*

Corações_

Quando o meu coração está junto ao seu 

nada mais importa.

Esqueço o sol deitando-se, derramando calor.

Quanto o meu coração está junto ao seu...

eu apenas deixo-me nadar nas ondas do vento

me afogar nas nuvens...

Roubo todas as cores do arco-íris.

Esqueço que o dia apagou com a noite

e que já escureceu.

Quanto o meu coração está junto ao seu...

Os relógios param, não há tempo, 

está tudo mais sem tempo e pouco me importa.

Os momentos surgem e os vivo em plenitude

como se respirasse cada segundo de cada

momento.

Quando meu coração está junto ao seu...

Move devagar em mim, o anseio por suas mãos 

ardentes. 

Que como uma poesia se arrasta pé ante pé 

diante dos meus olhos que te buscam ansiosos.

Quando meu coração está junto ao seu...

O meu corpo queima, tecendo desejos e te quer. 

Te quer com a fúria dos ventos, te quer

com a calma das águas de um riacho cristalino, 

quer cada milímetro de você.

Tateando o meu gostar, folheando as lembranças 

das noites anteriores.

Quando os nossos corações estavam juntos.

*Joe Luigi*

- Nosso amor é assim.-

Nosso amor é assim gostoso, sapeca, brincalhão

Mas responsável e careta quando tem de ser

Somos amores de querer estar juntos, e nos curtir

Eu e você fizemos um mundo só para nos dois.

A gente se ama, nos lemos através de olhares

Somos enamorados, amantes, casados somos um.

Mesmo quando nos estranhamos que é normal no amor

A gente se olha cheios de vontade de abraçarmos

E com ternura, vestimos a mesma pele e juntos

Nos tornarmos uma extensão do outro num só corpo.

Afinal, somos eterno enamorados, nos amamos demais.

*Joe Luigi*

Deixe uma música tocar em você...

Me dê um sorriso lindo

deixe uma música bela

tocar dentro de você.

Não esconde-se como as conchas

venha ver o brilho da Lua é teu!

Deixe Sol aquecer teu coração

eu estou nele esqueceu?!

Venha,se aqueça em meu abraço

eu te darei meu amor e meu calor

Ouça o pulsar do meu coração

isto te acalmará.

Divida comigo

esta lágrima que teimosa quer cair

Deite - se nos meus braços

te farei cafuné,

você dormirá como um anjo

eu velarei teu sono, durma amore mio.

Eu direi baixinho em teus ouvidos que:

amanhã o sol será lindo e brilhante,

eu pedirei a ele que assim nasça

só para você!

Durma amore mio.

*Joe Luigi*

Quem sou eu?!

Quer saber quem sou?

Sou o teu anjo secreto,

nas noites, seu pesadelo..

Te levo as nuvens a roubo

durante o sonho para comigo

passear de mãos dadas nas 

nuvens.

Em teus sonhos, apaixona-se..

porque é só um sonho, nada 

mais..

E se acordas confusa é porque

sonhaste com um anjo...

Explico assim, tua confusão:

Sendo anjo, sou um príncipe..

E sem perceber, em seu coração,

nasce o sentimento de amor..

Acalme-se, estarei sempre 

a seu lado e todos os dias, 

justamente alojado em teu Eu..

Se pensa estar solitária

é porque sou invisível, não sofra 

de solidão

Porque habito em teus pensamentos

sou eterno, nunca morrerei..

permanecerei vivo.

Pois anjos, não morrem jamais.

*Joe Luigi*

Maria Catherine Rabello

Pernambucana, amante da poesia. “Amo minha vida e todos que fazem parte do meu mundo. Poesias são sonhos vividos, lembrados ou desejados. Poesia acalenta a alma e o coração. Sonhar é viver, viver feliz! Amo poesias, poesias de amor sempre! Sou sonhadora e feliz. Meus rabiscos são meus segredos, meu baú de sentimentos. Apresento lindas poesias de muitos corações iguais ao meu. Amar sempre!

Mais de Maria Catherine Rabello

Comentários