Burger King fecha loja após vídeo com larvas em lanche viralizar na internet (Veja o vídeo)

Um casal encontrou várias larvas nos lanches comprados em um restaurante do Distrito Federal

Um casal comprou dois lanches na lanchonete do Distrito Federal no domingo, 28. Após algumas mordidas, se depararam com várias larvas dentro dos sanduíches.

Eles fizeram um vídeo e postaram nas redes sociais.

A publicação já tem mais de 4,2 milhões de visualizações.

Após a repercussão do vídeo o Burger King decidiu fechar preventivamente o restaurante .

A rede informa que a loja foi fechada para investigação dos fatos.

O Burger King informou que a loja foi fechada prev
O Burger King informou que a loja foi fechada prev

O Burger King informou que a loja recebeu a visita da Vigilância Sanitária nesta terça-feira. De acordo com a rede, a Vigilância Sanitária atestou que o restaurante cumpre as exigências higiênico-sanitárias.

“O fato ocorrido na franquia Imperador Alvim Comércio de Alimentos, responsável pela operação da unidade localizada na Asa Norte de Brasília, está sendo investigado e já teve o parecer da Vigilância Sanitária do Distrito Federal, que confirmou que o restaurante está plenamente em condições de permanecer aberto”, informa a empresa em comunicado.
Nas redes sociais, alguns leitores questionam o fato de as larvas não terem morrido durante o processo de cozimento do sanduíche. Mas esta não é a primeira vez que larvas aparecem em um lanche do Burger King. O site do Reclame Aqui registra algumas reclamações de clientes que relataram ter encontrado larvas no lanche. Para um dos consumidores que fizeram a reclamação, a empresa respondeu que os produtos são monitorados sempre que há uma nova entrega e que contatou o fornecedor para que o caso não se repetisse.

O Burger King informou que a loja será reaberta nas próximas horas. O laudo da investigação interna não foi divulgado. “O Burger King Brasil ressalta que a segurança alimentar é uma prioridade para a companhia.”






da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Circulando na rede