Lulinha segue a linha do pai (Veja o Vídeo)

A tentativa de ‘amedrontar’ os desembargadores do TRF-4 não deu certo e Lula e o PT já pressentiram que a prisão do ex-presidente é praticamente inevitável.

Nesta segunda-feira (5) mais um processo avança, o do sítio em Atibaia, com a realização da instrução do feito, em plena semana de carnaval.

Nesse ritmo, ninguém tem dúvida de que até abril, Lula terá uma segunda condenação na República de Curitiba.

Nessa nova sentença, já sem a condição de réu primário, não tenham dúvidas, caso Lula ainda não esteja preso, o juiz Sérgio Moro decretará a prisão.

Veja o vídeo:

 

De todo modo, surge mais um problema para incomodar Lula e o PT.

A delação do ex-diretor comercial do grupo de Jonas Suassuna, Marco Aurélio Vitalle, avança e tem força suficiente para dar a Lulinha o mesmo destino do pai.

Suassuna e Lulinha eram sócios e Vitalle, em 11 horas de depoimento, entregou para a Polícia Federal detalhes e um calhamaço de documentos de uma imensidão de negócios ilícitos.





da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça