Fachin nega liminar e encurta o caminho de Lula para a prisão

O pedido de liminar para evitar a prisão do ex-presidente Lula até o esgotamento de todos os recursos no caso do triplex do Guarujá foi negado hoje pelo ministro do STF, Edson Fachin. Fachin também submeteu ao plenário da Corte a análise do caso.

A defesa de Lula recorreu ao STF após o pedido para barrar a execução da pena de 12 anos e 1 mês de prisão ser negado pelo vice-presidente do STJ, Humberto Martins.

Agora, a definição de uma data para o julgamento fica a cabo da ministra Carmen Lúcia.


da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça