Eu fui de esquerda e odiava a direita...

Fui criado para ter pavor de direita.

A direita apoiava ditaduras. A direita era corrupta. A direita se juntava a grandes corporações para assaltar os cofres públicos.

Veio a esquerda e repetiu tudo. Igual. Sem tirar, nem pôr.

Sem alternativas para prosseguir com os sonhos da juventude, achei melhor bandear para o liberalismo, com fé no mínimo de interferência do Estado na vida do indivíduo.

Os países que deram mais certo descobriram isso antes de mim.

Sou lento, ok, mas não é a mesma coisa que ser burro.

(Texto de Marcos Hayun)



da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Opinião