A absurda desonestidade e cara de pau de Dilma Rousseff sobre a intervenção no Rio

O governo de Dilma solicitou a emissão de mandados coletivos de busca e apreensão

A ex-presidente Dilma Rousseff, lembrada pela insana militância petista como ‘mulher honesta e honrada’, está muito longe destas qualidades.

Beira a estupidez a desonestidade da ex-presidente.

Ela declarou no Twitter:

"A expedição de mandados coletivos, proposta pelo governo, é uma nova violência contra o quadro institucional do país e que aponta mais um passo no aprofundamento do Estado de Exceção no Brasil".
Realmente a cara-de-pau não tem limites.

O governo de Dilma solicitou a emissão de mandados coletivos de busca e apreensão durante a ocupação do Complexo da Maré.

Não bastasse isso, em outras ocasiões, o mandado coletivo de busca e apreensão, foi exaustivamente utilizado pelo governo da ex-presidente.

Aliás, foi a própria Dilma quem se utilizou de um recurso jurídico da ditadura, a suspensão de segurança, para impor a construção de hidrelétricas, passando por cima de toda legalidade.

Dilma também colocou a Força Nacional para enjaular os indígenas em Belo Monte para que eles sequer pudessem receber comida.

A lista de atrocidades é longa.

Não há violação da legalidade e suspensão de garantias que não tenha sido implementado pelo governo de Dilma Rousseff.



Com informações de Idelber Avelar

da Redação

Comentários

Mais em Política