Propinas pagas a Gleisi já somam R$ 23 milhões, atesta a PF (Veja o Vídeo)

‘O outono de Gleisi Hoffmann pode ter começado no 2º mês do verão de 2018’, assim o jornalista Augusto Nunes inicia o seu comentário sobre a situação jurídica da senadora petista.

Revela a revista Veja que as investigações da Polícia Federal já identificaram a ‘mão grande’ da senadora em propinas oriundas da JBS (R$ 10 milhões), Odebrecht (R$ 5 milhões), Ministério do Planejamento (R$ 7 milhões) e Petrobras (R$ 1 milhão).

O caso de Gleisi que será julgado ainda neste semestre pelo Supremo Tribunal Federal (STF) é o que se refere à roubalheira na Petrobras.

A iminente condenação significará no mínimo a inelegibilidade da senadora e a consequente perda do ‘foro privilegiado’.

Sem foro, ela receberá os afagos da ‘República de Curitiba’.

Dai o seu visível estado de desespero.

Gleisi está muito próxima de ser presa, provavelmente ainda em 2018.

Veja abaixo o comentário do jornalista Augusto Nunes:




da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política