Governo do Rio age "criminosamente" e desarma o policial

A Polícia Militar do Rio de Janeiro proíbe que seus homens e mulheres levem a arma da corporação para casa.

A revelação foi feita em reportagem publicada nesta segunda-feira (26) pelo jornal ‘Folha de S.Paulo’.

A matéria destaca que ‘Salvo em situações especiais, com autorização do comando, os PMs fluminenses são obrigados a deixar todo o armamento no quartel e retirá-lo quando voltam ao trabalho. Se quiserem se proteger no horário de folga, precisam comprar a própria arma’.

A regra de proibição de levar as armas para casa vigora há anos. O máximo que a PM faz é facilitar a compra de uma arma particular com o parcelamento em até 12 vezes.

Atualmente, mesmo com a onda de violência no Rio, a proibição continua e diante dos baixos salários e atrasos no pagamento, está impossível um policial adquirir sua própria arma.

A proibição é verdadeiramente uma lástima, um desrespeito e absoluto descaso ao policial.

O governo demonstra que não está preocupado com a vida daqueles que zelam pela segurança da sociedade.

Para a bandidagem, quando quiser acertar às contas com um policial militar, a coisa ficou fácil.

Basta esperá-lo na saída.



da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Polícia