Wagner, a um fio da prisão. PF deve reiterar logo o pedido de preventiva (Veja o Vídeo)

O ex-ministro garante que não pegou a propina alegada pela Polícia Federal.

‘Eu não sei de onde tiraram aquele valor de R$ 82 milhões’.

Na realidade, em valores atualizados, os desvios podem chegar a R$ 450 milhões.

"Grande parte [do dinheiro desviado] era destinada à doação de campanha", disse o superintendente da PF na Bahia, Daniel Justo Madruga

A prisão preventiva foi requerida pela PF. O TRF-1 negou, mas determinou a busca e apreensão.

Parece evidente que após a análise dos documentos apreendidos na casa do ex-governador e em outros seis locais alvos de busca e apreensão na Operação Cartão Vermelho, a Polícia Federal deve reiterar o pedido de prisão, certamente com novos e mais robustos argumentos.

Não há dúvidas de que Jaques Wagner foi tacanho em suas ações.

É certamente um dos petistas que mais se aproveitou dos esquemas de corrupção da era PT.

Em suas próprias declarações nesta segunda-feira (26), Wagner é dúbio: 'era uma briga eterna para pagar alguns aditivos, que nós não pagamos'. Ele mentiu.

Esnobe, elitizado, dava-se ao luxo de presentear amigos ou pessoas de interesse com relógios caríssimos, dos quais alguns exemplares foram apreendidos pela PF.

A farra acabou.



da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça