Filho de desembargador recua e abandona denúncia em favor da filha abusada (Veja o Vídeo)

Rafa Romano Júnior, filho de desembargador Rafael de Araújo Romano, parece que decidiu ficar ‘isento’ no embate contra o pai, acusado por sua ex-mulher, a advogada Luciana Pires, de ter cometido abuso sexual contra a neta, desde que a menina tinha 7 anos de idade.

A mãe da menina, por sua vez, tem intensificado a sua luta pela punição do magistrado aposentado.

Nesta terça-feira (27) ela promoverá em Manaus o ‘Primeiro Grito de Justiça pela Maria’.

O local escolhido para a manifestação será o cruzamento existente na frente do Fórum da capital amazonense.


O afastamento do pai da menina da causa foi denunciado pela própria mãe através das redes sociais, com a publicação de uma postagem com os dizeres ‘Pai que não denuncia abuso também é criminoso’.

Segundo a denúncia, a menina diz que precisou passar uma temporada na casa dos avós paternos porque a mãe havia viajado para cuidar da avó materna, que estava em tratamento de saúde. O último abuso teria ocorrido quando ela tinha 14 anos, segundo relato da própria vítima.

“Vou aguardar que a justiça seja feita. Uma mentira não dura para sempre”.  Essa afirmação é de Rafa Romano Júnior com relação à denúncia contra o pai. Ele assegura que tudo não passa de uma vingança de sua ex-mulher, aproveitando-se de um momento de fragilidade da filha.

“Eu fiquei abalado, cheguei a falar algumas coisas, mas já passou, estou bem. Voltei a trabalhar e sei que tudo vai passar”, disse ele.

A denúncia contra o desembargador Rafael Romano já está formalizada junto ao Ministério Público do Amazonas.

Veja o vídeo, analise a fala da mãe e tire sua conclusões.




da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça