Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

Os bastidores da gravação do vídeo de Caê e sua trupe contra a intervenção no Rio (Veja o Vídeo)

- Vamos lá, gravando...

- Intervenção é fraude!

- Corta! Caetano, fraude era a o ‘impítimã’.

- O ‘impítimã’ não era golpe?

- Isso. Fraude era o quê mesmo, então?

- A reforma da previdência, eu acho.

- Não, até onde me lembro, a reforma da previdência era um embuste.

- Embuste não era o aumento do PIB?

- Mas o aumento do PIB é bom, não é?

- Depende. Se foi no outro governo, é bom. Se foi neste, é péssimo.

- Então é péssimo. No outro o PIB despencou.

- Então aumento do PIB é uma trapaça.

- Mas trapaça não era a queda da inflação?

- A queda da inflação era uma tapeação.

- Engodo era o quê? A recuperação da Petrobras?

- Acho que a gente tinha definido que a recuperação da Petrobras era uma tramoia. Engodo era a reforma trabalhista.

- E o fechamento dos milhares de sindicatos?

- Patranha. O fechamento dos milhares de sindicatos é uma patranha.

- Você acha que o povo sabe o que é patranha?

- A Sonia não faz ideia, mas o Gregório deve saber.

- Bom, as opções que restam são ludíbrio, logro, intrujice, dolo, burla e ardil... E ainda faltam a reforma política, o julgamento do recurso no STF, a prisão do Jaques, as novas denúncias contra a Gleisi, a delação da Rose, a condenação no processo do sítio, a queda do desemprego...

- Para tudo. Vamos organizar essa suruba porque até eu, que sou baiano, já estou perdendo a paciência.

- Ok, recapitulando...

No governo tem um golpista,

No governo tem um golpista,

O ‘impítimã’ é golpe

A eleição sem Lula é fraude

A intervenção é farsa

E o pintinho piu




Eduardo Affonso

É arquiteto no Rio de Janeiro.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Eduardo Affonso

Comentários

Notícias relacionadas