Lula é massacrado no STJ, perde de 5 a 0 e fica mais próximo do xilindró

Sepúlveda acusou o baque.

O milionário reforço de Sepúlveda Pertence não foi suficiente para turbinar a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Superior Tribunal de Justiça impôs derrota unânime ao petista.

Sepúlveda fez a sua estreia em sua mais rentável causa, ocupando a tribuna e sofrendo um retumbante revés.

Todos os ministros denegaram a ordem.

O relator Félix Fischer negou o Habeas Corpus e marcou o placar de 1 a 0.

O ministro Jorge Mussi, após citar inúmeros precedentes de pedidos de liberdade preventivos já negados pelo STJ, acompanhou o relator. 2 a 0.

O ministro Reynaldo Soares da Fonseca, o terceiro a votar, prosseguiu na imposição de derrota ao ex-presidente. 3 a 0.

O quatro a votar foi o ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas. Assim como seus colegas, ele alegou que o julgamento no TRF-4 ainda não foi concluído, já que os desembargadores ainda não apreciaram os embargos de declaração da defesa e também votou para que a ordem fosse denegada. 4 a 0.

Fechando o placar, votou o ministro Joel Ilan Paciornik. O massacre foi estabelecido. 5 a 0.

Sepúlveda Pertence ficou extremamente abatido. Ele esperava uma melhor performance.

Derrota fragorosa do meliante petista.

Lula está bem mais próximo da cadeia.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Leia mais...

Mais em Direito e Justiça