Moro marca a data do leilão do tríplex

A primeira data fixada para a venda do famoso tríplex de Guarujá é dia 15 de maio, às 14 horas. Em caso de não ser efetuada a venda, a segunda data ficou estabelecida para o dia 22 de maio, no mesmo horário.

O imóvel foi avaliado pela Justiça em R$ 2,2 milhões.

Com relação a penhora que havia sido estabelecida sobre o bem pela 2ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais da Justiça Distrital de Brasília, o juiz Sérgio Moro já determinou que seja baixada.

Em documento encaminhado, Moro esclareceu que o imóvel foi "inadvertidamente penhorado, pois o que é produto de crime está sujeito a sequestro e confisco e não à penhora por credor cível ou a concurso de credores".

No mesmo documento, Moro consignou o seguinte sobre o triplex: "Atualmente não pertence à OAS Empreendimentos nem ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Está submetido à constrição da Justiça e será alienado para que o produto reverta em benefício da vítima, a Petrobras".

Verdade. A vítima é a Petrobras e o povo brasileiro.




da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça