Lula e Luiz Cláudio, pai e filho, juntos no banco de réus no dia 21 de junho

Que cena grotesca o próprio Lula preparou para si.

O homem que teve todas as oportunidades de galgar somente glórias na terceira idade, hoje, septuagenário, além de estar na iminência de ser preso, terá que comparecer num outro banco de réus, diferente daquele que já o condenou, na presença do Juiz, ao lado do próprio filho, ambos réus e acusados de terem se chafurdado no mar de lama da propina e da corrupção.

Esses depoimentos, de Lula e Luis Cláudio, vêm sendo adiados desde o ano passado.

O fundado temor da defesa dos meliantes é de que o caçula de Lula se complique. O garoto não tem a mesma facilidade e perspicácia para mentir como o pai.

Nesse processo, Lula e Luis Cláudio respondem pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa pelo lobby envolvendo a compra de caças suecos pelo Brasil durante o governo Dilma Rousseff.

Certamente, serão condenados e poderão juntos desfrutar do Complexo Penitenciário de Pinhais em Curitiba, para onde o pai já deverá ser encaminhado nos próximos dias.

Triste fim!




da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça