Não usem o cadáver de Marielle como palanque, antes mesmo que ele esfrie

Dizem que não é para politizar a morte da vereadora do PSOL, o simples fato de prestar condolências em páginas políticas é politizar o tema, todos fazemos isso, a diferença é utilizar o cadáver da vereadora como palanque, antes mesmo que ele se esfrie.

Hoje não faltou gente sendo escrota, assisti ao grande criminalista Gregorio Duvivier dizer que Marielle Franco foi assassinada por ser mulher e negra, muitas páginas da esquerda já culpando a polícia e a intervenção militar, jornalistas destacando a todo momento que ela era "mulher", como se fosse absurdo em um país "miscigenado" com mais de 60 mil assassinatos/ano, isso vou repetir, MAIS DE 60 MIL, onde 93% das vítimas são homens, ousassem matar uma MULHER e ainda por cima NEGRA... Se fosse homossexual seria o combo perfeito.

A nossa "presidAnta" Dilma Rousseff em discurso dizer que Marielle morreu por causa que era mulher negra, ativista dos direitos humanos e que isso faz parte do golpe que a tirou do poder.

Do outro lado, vi diversas pessoas comemorando a morte de uma pessoa, que ideologicamente levanta bandeiras que sou totalmente contrário, mas "catzo", comemorar a execução cruel e covarde de não só da vereadora, mas do motorista, que era "homem", "branco" e "hétero" e não servia a nenhuma bandeira, parece ser coisa de gente doente.

Mais gente doente gritando em um velório: "Não acabou, tem que acabar, eu quero o fim da polícia militar", a mesma PM que teve 134 vítimas na guerra carioca e que somente mês passado perdeu mais 19 soldados.

Não sou especialista em segurança pública, mas posso dizer que o sistema está falido, seria a hora de "coxinhas e mortadelas" se unirem pelo menos em torno da mesma bandeira, que é "segurança", mas um lado prefere apenas politizar e transformar uma militante em mártir, não atacando os reais problemas.

Diminuir ou utopicamente acabar com a impunidade, que é um dos mais graves problemas no Brasil, afinal apenas 6% dos homicídios são solucionados, penas mais severas para assassinos e possibilidade de defesa da vítima já seriam um ótimo começo.

Aliados a uma educação de base que renderiam frutos para as próximas gerações, mas isso seria outra utopia, não é do interesse de nenhum lado, sei que em um país onde mais de 90% dos habitantes não sabem ler e interpretar um texto com mais de 5 linhas, terei alguns ataques devido a ousar escrever um desabafo e não apenas fazer um MEME, hoje foi enterrado mais um pedacinho de esperança de que esse país será consertado, enquanto isso ficamos reféns de bandidos e militantes políticos bandidos, hoje serão mais 165 vítimas, amanhã outras 165 e depois 166.... 167.... 168.... 169....

(Texto de Rafael Zucco)




da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política