Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor (federal) aposentado pelo Banco Central do Brasil, residindo atualmente em Balneário Camboriú(SC), mas com título eleitoral do Rio Grande do Sul.

Carlos Marun, o pangaré folgado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) decidiu denunciar o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, por ter ameaçado pedir o impeachment  do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), após decisões que desagradaram ao presidente Michel Temer. A representação será apresentada nesta quarta-feira (14) na Procuradoria Geral da República. O senador quer que a PGR solicite ao  Supremo a abertura de inquérito contra Marun. Fonte: Congressoemfoco.

O gaúcho Carlos Marun é um pangaré folgado. Está precisando de uma grande lição. Desde que defendeu o corrupto Eduardo Cunha não parou mais de  sua fanfarrice, comportando-se como um autêntico saltimbanco na política nacional.

Escudado ninguém sabe em quê, blasona valentia como se fosse um Dom Quixote no Planalto. Mas não passa de um reles vira-lata.

Certamente, como não teve competência para exercer atividade profissional, foi em busca da política em Mato Grosso do Sul como meio de sua sustentabilidade,  corroborando, assim, o que escreveu certa feita o jornal espanhol El País: que ser político no Brasil é um grande negócio, dadas as grandes vantagens auferidas.

Petulante, Carlos Marun desrespeita o Estado Democrático de Direito ao afrontar o STF na pessoa do ministro Luís Roberto Barroso. Com intimidação  despropositada ao ministro, a conduta de Marun é própria de elemento de estado de anomia e de comportamento despótico.Marun revela não ter envergadura ética e moral para exercer atividade em pasta ministerial.




Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor (federal) aposentado pelo Banco Central do Brasil, residindo atualmente em Balneário Camboriú(SC), mas com título eleitoral do Rio Grande do Sul.

Mais de Júlio César Cardoso

Comentários

Notícias relacionadas