Sem medo, Bretas detona Gilmar nas redes sociais

Após soltar um dos principais alvos da Operação Ponto Final, o empresário Jacob Barata Filho, o ministro Gilmar Mendes tem tomado decisões com a clara aparência de proteger o sinistro ‘Rei do ônibus’.

Nesta segunda-feira (19) o ministro determinou à Justiça Federal no Rio de Janeiro que repita procedimentos da Operação Ponto Final.

A decisão anula praticamente todo o trabalho até agora realizado.

O juiz Marcelo Bretas, indignado, não deixou por menos e postou nas redes sociais um pensamento do historiador Jaime Pinsky:

"Em uma sociedade democrática, um juiz não pode privilegiar amigos, parentes ou pessoas pelas quais sinta afinidade".
O alvo obviamente é Gilmar. Além de amigo, o ministro é padrinho de casamento da filha de Barata.

Gilmar já soltou o empresário três vezes e, como  se não bastasse, determinou agora que o processo praticamente volte à estaca zero.

A animosidade entre os dois magistrados é explicita. Um prende e encurrala, o outro solta e alivia.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça