Estigma da propina afasta investidores do tríplex

O juiz Sérgio Moro teve que fixar uma caução de mil reais para aqueles que tem interesse de visitar o famoso tríplex do Guarujá possam efetivamente efetuar a visita.

A medida foi tomada para evitar os curiosos.

O triplex, produto da propina do ex-presidente Lula, virou atração turística.

Como a intenção da Justiça é vender, o magistrado resolveu adotar a medida, afim de afastar aqueles que querem visitar o imóvel por mera curiosidade.

De qualquer forma, parece evidente que o estigma da propina tem afastado os investidores.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça