Justiça reverte decisão e filho de deputado tatuado já pode assumir cargo de delegado federal agrário

Yoraan Costa, o garotão de 22 anos, filho do deputado federal Wladmir Costa, aquele que ficou famoso pela tatuagem do nome do presidente Michel Temer, poderá reassumir o cargo de Delegado Federal da Secretaria Nacional do Desenvolvimento Agrário.

O filho do deputado nunca trabalhou, não tem curso superior e tampouco qualquer experiência, mas teve sua nomeação realizada em troca do apoio e da fidelidade do pai a Michel Temer, chegando a bizarrice da esdrúxula tatuagem.

Sua nomeação chegou a ser impedida liminarmente pela Justiça, mas nova decisão do TRF-1 reverteu a questão, desobrigando o garotão a comprovar as qualificações para atuar no cargo.

A decisão do TRF-1 entendeu que “há décadas e ainda atualmente admitem o critério exclusivo da confiança como elemento de escolha”.

No cargo, Yoraan Costa terá a incumbência de titularizar as terras fundiárias, fomentar e incentivar a produção rural em todos os 144 municípios paraenses e gerenciar recursos na ordem de R$ 100 milhões.

A nomeação do garotão é a clara demonstração de que o governo é um mero protetor de apaniguados e sem qualquer senso de responsabilidade.

É lamentável e extremamente preocupante.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política