Indignado com Barroso, Gilmar deve voltar logo de Portugal

A temporada do ministro Gilmar Mendes em Portugal tem sido a pior possível.

No primeiro dia, um entrevero com um popular (Veja Aqui)

No segundo dia, outro entrevero, desta vez com um repórter da Folha de S.Paulo, que questionou o ministro sobre a origem do pagamento de a sua passagem. Gilmar ficou possesso e mandou que o repórter ‘enfiasse a pergunta na bunda do editor do jornal’ (Veja Aqui)

No terceiro dia, a informação fatídica de que o ministro Luís Roberto Barroso havia autorizado a deflagração da Operação Skala, determinando a prisão de inúmeros amigos do presidente Michel Temer, de quem Gilmar goza de uma imensurável amizade.

Foi a melhor resposta que Barroso poderia dar ao insulto cometido por Gilmar.

Na mais recente discussão entre os dois ministros, Gilmar Mendes, após ser literalmente desmoralizado, mandou que Barroso fechasse o seu escritório de advocacia, insinuando que o ministro continuava advogando, mesmo ocupando o cargo de ministro.

Um absurdo, tal insulto, principalmente por ter partido de Gilmar, que tem atuado tranquilamente nas ações patrocinadas pelo escritório em que a esposa é sócia.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça