O povo brasileiro também precisa ressuscitar de sua apatia política e lutar pela democracia

A Páscoa Cristã é uma das festividades mais importantes para o cristianismo, pois representa a ressurreição de Jesus Cristo, o filho de Deus.  

No Domingo de Páscoa, os cristãos celebram a Ressurreição de Cristo e a sua primeira aparição entre os seus discípulos.

A Páscoa já era comemorada antes do surgimento do Cristianismo. Tratava-se da comemoração do povo judeu por terem sido libertados da escravidão no Egito, que durou aproximadamente 400 anos.

Nesta data tão importante para nós cristãos não poderíamos deixar de correlacionar esta importante dada histórica do calendário religioso com os dias atuais da história brasileira.

Também precisamos nos libertar desta escravidão que vem sugando as forças e a dignidade da nação brasileira.

Libertar da apatia política e desta submissão patológica a grupos políticos criminosos que se apoderaram de nosso país, se faz necessário.

Precisamos reagir, invadir as ruas com as nossas bandeiras verde e amarelo, mandando o inequívoco recado aos ministros do STF, que não aceitaremos apáticos manobras sorrateiras que beneficiem grupos políticos criminosos, afinal de contas, não podemos tolerar uma ditadura do Judiciário.

Nestes dias que antecedem o julgamento do habeas corpus preventivo do líder desta enorme quadrilha, teremos a última oportunidade de evitarmos que o Brasil siga o triste e perigoso destino da Venezuela.

Se permitirmos que a impunidade seja sacramentada pelo STF no próximo dia 04 de abril, não só deixaremos que Lula se livre das garras da justiça, como também  abriremos o caminho para que as portas das celas que prendem atualmente os maiores bandidos da história do país seja derrubadas por seus inescrupulosos advogados.

Precisamos renascer, reagir e lutar pela nossa liberdade. Se nos acorvardarmos agora, com certeza, em um futuro não muito distante, precisaremos, aos moldes do que faz o povo venezuelano, pegar em armas para defendermos o que sobrou de nosso amado Brasil.

A tirania e a opressão daqueles grupos políticos que se acham donos do país e que nos enxergam como meros escravos responsáveis apenas por sustentar o luxo em que vivem, precisa ser interrompida à todo custo.

Estes primeiros dias de abril serão fundamentais para selar o destino de nosso amado Brasil. Não podemos nos acovardar, precisaremos reagir e lutar.

Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira

Médico anestesiologista, socorrista e professor universitário

Siga-nos no Twitter!

Mais de Roberto Corrêa Ribeiro de Oliveira

Comentários

Notícias relacionadas