A mesma Rede Globo que incentiva pichações, agora, questiona bandeiras brasileiras em pontes de São Paulo (veja o vídeo)

Quando o prefeito de São Paulo, João Dória, deu início ao projeto Cidade Limpa, diversos foram os programas da Rede Globo que apresentaram reportagens questionando a iniciativa.

Entrevistaram até pichadores e passaram a mão na cabeça de vândalos impunes na tentativa de transformá-los em “artistas urbanos inovadores”, levando a cabo a agenda das esquerdas de relativização da arte e contribuindo com a disseminação da "cultura da bunda”, em um país em que universidades federais já chamam de arte gente pelada examinando o ânus do próximo.

Agora, a mesma emissora que prestou o desserviço de produzir e incentivar tamanhas barbaridades, se presta a mais um papelão: a emissora exigiu explicações à prefeitura sobre as bandeiras brasileiras colocadas nas pontes da zona norte de São Paulo e também na Ponte Estaiada e na Ponte Morumbi, na zona sul.

As bandeiras fazem parte da ação Embandeirando SP, do Movimento Eu Amo o Brasil, que visa resgatar o patriotismo no país.

A Rede Globo não tem mais qualquer interesse em esconder a degradação que deliberadamente prega. Enquanto combatiam as ações do prefeito contra as pichações, o projeto era mais uma medida fascistóide que acabaria com a “arte” dos pichadores “alternativos”. Agora, estão extremamente preocupados em garantir o sucesso do projeto, exigindo explicações sobre bandeiras brasileiras em pontes. Uma ode à hipocrisia.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Sociedade