Suspeito de participação em assassinato da policial Caroline morre em confronto com a polícia no RN

Durante a ação policial, um dos jovens abriu fogo contra os policiais e houve uma breve troca de tiros.

Após denúncias anônimas recebidas, o BOPE encontrou o local onde suspeitos de envolvimento na morte da policial Caroline Pletsch vinham se escondendo na Zona Norte de Natal.

Durante a ação policial, um dos jovens abriu fogo contra os policiais e houve uma breve troca de tiros.

Um dos suspeitos foi atingido e socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos. O jovem identificado como Yuri Torres Lima de Souza é provavelmente o autor do tiro que matou a policial militar Caroline Plescht. Outro suspeito foi detido no local e levado para prestar depoimento.

A policial de Santa Catarina, assassinada no último dia 26 de março em Natal (RN), foi enterrada nesta sexta-feira em Chapecó.

A soldado estava em férias com o marido, o sargento PM Marcos Paulo da Cruz, quando a pizzaria em que estavam foi assaltada.

Ambos foram baleados. Caroline recebeu um tiro no peito e morreu antes de receber qualquer tipo de atendimento médico. O marido ainda está internado em Natal e só ficou sabendo da morte da esposa nesta quarta-feira (28).

Segundo testemunhas, os homens teriam percebido que Marcos estava armado e acabaram abrindo fogo contra o casal. Caroline foi atingida no peito e levada ao hospital já em estado grave, porém não resistiu. Já seu marido, foi socorrido e se recupera. Ele permanece no Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste.

A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas pelos suspeitos, mas ninguém foi encontrado. Durante a ação, os criminosos levaram a arma de Marcos Paulo. A Polícia Civil investiga o caso e analisa as câmeras de segurança que registraram a fuga dos homens com o auxílio de outros dois suspeitos. Com a captura de um provável envolvido no caso, a polícia pode encontrar os outros envolvidos no crime.

Fonte: Agora RN

da Redação

Comentários

Mais em Polícia