General Rocha Paiva também faz contundente manifesto pela prisão de “bandido condenado”

Iniciativa de Caráter Moral

Chefes militares diante de situações que possam trazer consequências extremamente graves para a Instituição militar ou a Nação têm a obrigação moral de não se omitir.

Foi o que fez o Comandante do Exército hoje ao emitir um sinal amarelo sobre os acontecimentos das últimas semanas.

Há indícios bem claros de uma trama envolvendo a máfia do colarinho branco que domina o Executivo e o Legislativo e que tem fortes vínculos no STF.

A salvação do bandido condenado será o salvo conduto de todas as máfias do poder.

O Comandante teve, porque sempre teve coragem moral de colocar em risco muito que é tangível para ser fiel à sua consciência e ao serviço da Pátria.

Foi uma decisão de caráter moral, que nos colocou na obrigação, também moral, de perfilar com ele.

O Brasil está numa encruzilhada, esperemos que o STF tenha entendido e pare de brincar com o Brasil.

Não tem nada complicado, pois é apenas deixar que se faça justiça e se prenda um bandido condenado, que ainda tem a petulância de querer voltar à presidência da República.

O Brasil precisa aprender a ser sério.

General Rocha Paiva

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça