Ministros que defendem a impunidade para o corrupto e lavador de dinheiro terão "surpresa" hoje

Apesar dos pesares e de todas as suas limitações, a ministra Cármen Lúcia tem conseguido acuar os defensores da impunidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para evitar que o ministro Marco Aurélio requeresse o julgamento de uma das Ações Diretas de Constitucionalidade (ADCs) sobre a questão de prisão em 2ª instância, ela pautou o julgamento do HC de Lula.

Hoje, segundo o jornalista Merval Pereira, ela deve realizar a ‘contramanobra’:

“Assim como foi uma surpresa a ministra Cármen Lúcia ter colocado o habeas corpus de Lula em julgamento, para evitar que Marco Aurélio pedisse que as ADCs fossem julgadas antes.
A presidente do STF pode antecipar-se e marcar o julgamento das ADCs para mais adiante. Dessa maneira, o plenário terá que enfrentar o caso de Lula sem subterfúgios. E Rosa terá a oportunidade de manter sua coerência. Seja como for, o julgamento do HC impõe a Rosa a responsabilidade de decidir”.
Rosa está contra a parede. Ou mantém a coerência, ou entrará no grupo dos defensores da impunidade.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça