Imoral e amoral, deputado petista ousa tentar censurar Comandante do Exército

O deputado Wadih Damous, do PT do Rio de Janeiro, fez hoje duras críticas ao comandante do Exército general Eduardo Villas Boas.

Para o hipócrita petista o general transgrediu o regulamento disciplinar ao tecer declarações no Twitter de natureza política-partidária.

Na realidade, o general apenas declarou que o “Exército estava atento a suas missões institucionais” e que ele “repudia a impunidade”.

Tais declarações não possuem qualquer cunho ‘partidário’.

Uma infâmia lançada contra a principal autoridade do Exército brasileiro.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça