Pessoas de bem se unem para limpar prédio de Cármen Lúcia

Dezenas de pessoas organizaram um movimento de apoio à Cármen Lúcia,  elas se reuniram  na manhã deste sábado (7) para limpar a frente do prédio onde a ministra tem um apartamento em Belo Horizonte.

O ato promoveu ainda a entrega de flores à ministra.

Em frente ao prédio foram colocadas faixas, flores, balões e uma bandeira do Brasil. 

Na tarde de ontem(6), Militantes do PT, MST e do Levante Popular da Juventude fizeram um "escracho" no local, lançando balões de tinta vermelha na fachada do edifício e pichando a calçada.

O subsíndico, Luiz Assis, relatou que os moradores ficaram tensos no momento do escracho e temeram uma invasão. Ele chamou a polícia.

"Foi um ataque de vândalos relâmpago, inclusive com batucada, teve até Carnaval. A polícia estava presente e não prendeu ninguém", diz.

Assis afirmou ainda que a ministra mostrou preocupação com a segurança dos moradores. 

"Não cabe isso em qualquer ideologia. Existem outras sete famílias que moram aqui", completou.

A administradora de empresas Clarissa Vaz, 50, ficou sabendo do movimento e trouxe flores amarelas que, segundo ela, representam fortuna. 

"É pela coragem dela junto ao Supremo. As flores são gentileza, beleza, renovação, que é o que o país precisa." 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça