Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Lula não é o primeiro ex-presidente da República a ser preso

Conhecer um pouco a História do Brasil — um pouquinho que seja! — faz-nos menos tolos nesse emaranhado de bobagens escritas de fio a pavio nas Redes Sociais. Então, vamos compartilhar uma informação histórica...

LULA NÃO É O PRIMEIRO EX-PRESIDENTE DA REPÚBLICA A SER PRESO. É O QUINTO! É o primeiro preso condenado por Crime comum, mas, antes dele, outros quatro amargaram o xilindró. A saber:

1º - HERMES DA FONSECA, presidente do Brasil entre 1910 e 1914. Foi preso em 1922 sob acusação de conspiração no levante militar conhecido como "Revolta dos 18 do Forte", no Rio de Janeiro;

2º - WASHINGTON LUIZ, presidente de 1926 a 24 de outubro de 1930, quando foi deposto do cargo naquela que ficou conhecida como "Revolução de 1930". No mesmo dia, foi preso e levado ao Forte de Copacabana. No mês seguinte, banido do país, partiu com a família para o exílio nos EUA e na Europa;

3º - ARTUR BERNARDES, presidente entre 1922 e 1926. Foi preso em Minas Gerais sob acusação de participar da Revolução Constitucionalista de 1932. Exilou-se em Portugal, mas voltou ao Brasil em 1934, quando foi eleito deputado federal;

4º - JUSCELINO KUBITSCHEK, presidente entre 1956 e 1961. Foi preso em 13 de dezembro de 1968, noite quando o então presidente Artur da Costa e Silva decretou o Ato Institucional Nº5 (AI-5). Juscelino Kubitschek ficou alguns dias encarcerado e foi mandado para prisão domiciliar, sob acusação de corrupção nas obras de construção de Brasília. Entretanto, JK jamais chegou a responder formalmente ao Poder Judiciário pelas acusações que lhe eram imputadas pelo Regime Militar;

5º - LUIZ INÁCIO DA SILVA, vulgo LULA, presidente entre 2003 e 2010. Foi preso em 07 de abril de 2018 após ser condenado em 1ª instância pelo juiz Sérgio Moro, da JFPR - Justiça Federal no Paraná, e em 2ª instância pelos desembargadores do TRF-4 - Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Com recursos e habeas corpus negados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Lula foi levado à Curitiba para cumprir pena de 12 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. Ainda há outras sete ações penais tramitando contra Lula, sendo cinco no âmbito da Operação Lava Jato e duas na Operação Zelotes.

Saber não ocupa espaço, pois não?!

Uma extraordinária semana a todas(os)!

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Helder Caldeira

Comentários

Notícias relacionadas