Corajosa, Glória Maria acaba com o "Politicamente Correto" e explica porque defendeu William Waack

Sou do tempo do “nega do cabelo duro”. Elis Regina seria colocada num poste se cantasse isso hoje.

Em uma entrevista realizada pela revista Veja, Glória Maria explicou porque saiu em defesa de William Waack:   

Convivo com William há anos. Nunca vi uma atitude racista dele. Ele sempre me tratou bem, com respeito, admiração. Por que eu falaria mal dele?

No Dia da Consciência Negra, postei uma frase atribuída ao Morgan Freeman. Dizia que deveríamos parar de pensar em consciência branca, negra ou amarela, e falar em consciência humana. Acho perfeito. Comecei na TV quando não se via preto na tela. Mas não existia o politicamente correto. As pessoas tinham uma posição e ponto. Sou do tempo do “nega do cabelo duro”. Elis Regina seria colocada num poste se cantasse isso hoje. De repente, com as redes sociais, você só pode dizer o que agrada a certas pessoas. Não sei viver assim, meu amor. Não serei a boazinha só porque algumas pessoas querem. Não tem sentido, nesta altura da vida, seguir a manada porque isso é legal.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Celebridades