A surpresa para Cabral e a “pegadinha” em Gilmar

A 2ª turma do Supremo Tribunal Federal, sob o comando de Gilmar Mendes, atendeu ao apelo de Sérgio Cabral Filho e o mandou de volta para o Rio de Janeiro.

A ordem foi cumprida, pois decisão judicial não se discute, cumpre-se.

Porém, a ‘pegadinha’ foi mandar Cabral para Bangu 8, no Rio de Janeiro. O sonho de Cabral era retornar para Benfica, onde já detém inúmeras benesses aparelhadas, inclusive um providencial motel.

A determinação certamente foi do juiz Marcelo Bretas, apenas para fustigar o ser supremo.

Os advogados de Cabral, apavorados, pois na prática trocaram seis por meia dúzia, já peticionaram a Gilmar.

A alegação é de que em Bangu ele “terá a sua integridade física exposta à retaliação de detentos milicianos e ex-policiais que ajudou a punir durante o seu mandato”.

Gilmar certamente vai intervir, mas valeu a surpresa e a pegadinha.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça