Gleisi desafia a Justiça, ofende juízes e diz que acampamento fica

A senadora Gleisi Hoffmann garantiu que o PT irá manter o acampamento armado próximo à sede da Polícia Federal em Curitiba, em discurso realizado no próprio local na tarde deste domingo (15).

A atual presidente do PT disse que não recebeu qualquer notificação da Justiça determinando o desmanche e impondo a multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento.

Gleisi aproveitou para mais uma vez tripudiar sobre uma decisão judicial, chegando a dizer que os "juízes paranaenses causam vergonha alheia".

"Desculpa, mas essa escola do Moro não serve para o Judiciário brasileiro. Não tem como nos tirarem daqui. Nós não temos nenhuma ação de despejo. Querem que a gente saia porque tem reclamação de moradores, mas também tem muitos moradores nos apoiando. Estamos negociando com as autoridades, mas nós vamos ficar", disse.
"A prisão é uma baita de uma injustiça. É uma sacanagem do Moro, do Dallagnol e dessa gente que integra a elite brasileira. Dessa gente que não conhece o Brasil. Que só conhece gabinetes com ar-condicionado", disparou a senadora.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política