Marido e mulher, médicos renomados, atropelam, fogem e homem morre

Ela dermatologista, ele urologista, ambos estariam embriagados quando atropelaram o cidadão Francisco Lúcio Maia, verdureiro em Cuiabá-MT, no sábado (14) na avenida Miguel Sutil, na capital de Mato Grosso.

O casal de médicos – Letícia Bortolini e Aritony de Alencar Menezes – após cometerem o crime, empreenderam fuga, num reluzente Jeep Compass.

A situação em que ficou o automóvel, dá uma noção da velocidade empreendida pelos doutores e do quanto foram irresponsáveis, assumindo o risco de que acontecesse uma tragédia, como de fato aconteceu.

Tão logo o casal foi identificado, a médica Letícia Bortolini, que dirigia o veículo, teve sua prisão preventiva decretada.

Efetuada sua prisão, em elogiável despacho, a juíza Renata do Carmo Evaristo Parreira, da 9ª Vara Criminal de Cuiabá, negou o arbitramento de fiança:

“Deste modo, superada a demonstração da materialidade e presentes os indícios de autoria, chega-se à inferência de que a ordem pública será abalada se a autuada for posta em liberdade, antes o modus operandi empregado à prática delitiva, onde demonstra, per si, a personalidade criminosa da ré, tenho que sua prisão deve ser decretada, com fim de assegurar a ordem pública”, diz trecho do termo da audiência de custódia.
Letícia Bortolini, de 37 anos, está presa. Ela é proprietária de uma clínica de alto padrão localizada em local nobre de Cuiabá, no Bosque da Saúde, no requintado Edifício Top Tower. Como dermatologista é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia (SBLMC), membro do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM) e professora da Faculdade de Medicina de Várzea Grande (UNIVAG).
“A Clínica Letícia Bortolini surgiu do sonho de desenvolver um espaço dedicado à saúde e harmonia do corpo e da pele. Localizada numa região de fácil acesso em Cuiabá, tanto para os residentes da cidade quanto para os pacientes que vêm do interior, e para maior conforto oferecemos estacionamento gratuito próximo ao local.
A Clínica está instalada em um edifício novo e moderno, e foi criada com o pensamento de disponibilizarmos um ambiente charmoso e aconchegante para quem vier buscar diagnósticos e tratamentos especializados e atuais”, diz o site.
Por sua vez, o médico Aritony de Alencar Menezes segue solto, em liberdade. Porém, é flagrante sua responsabilidade ao menos no que pertine a omissão de socorro.

Vamos aguardar como será o posicionamento da Justiça com relação às punições que serão adotadas.

da Redação

Comentários

Mais em Polícia